O animismo fetichista dos negros baianos

R$20,00

de Nina Rodrigues

REF: 978-85-8325-006-7 Categorias: ,

Descrição

Clínico, professor, escritor, dietólogo, ‘tropicalista’, sexologista, legista, higienista, antropólogo, biógrafo, epidemiologista, etnólogo, Nina Rodrigues foi um homem múltiplo. Nasceu em 1862, em Vargem Grande – MA, e faleceu em julho de 1906, em Paris. Com o resultados de seus estudos propôs uma reformulação no conceito de responsabilidade penal, sugeriu a reforma dos exames médico-legais e foi pioneiro da assistência médico-legal a doentes mentais, além de defender a aplicação da perícia psiquiátrica não apenas nos manicômios, mas também nos tribunais. Também analisou em profundidade os problemas do negro no Brasil.

“O animismo fetichista dos negros baianos” (1900) é um de seus livros de destaque. O Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), o mais antigo dos quatro órgãos que compõem a estrutura do Departamento de Polícia Técnica da Bahia, foi criado (1906) pelo Prof. Oscar Freire e intitulado Nina Rodrigues pela Congregação da Faculdade de Medicina da Bahia, em homenagem ao famoso professor catedrático de Medicina-Legal, falecido naquele mesmo ano, aos 44 anos de idade.

“Combatido por seus pares, os médicos, e por intelectuais seus contemporâneos, como Manuel Querino (1851.1923), que também esclareceu a contribuição africana à Sociedade Brasileira. Em Tenda dos Milagres (Jorge Amado, 1968), Pedro Arcanjo, Querino, desmoraliza Nilo Argolo, Nina, por conta de suas “teses racistas”. Mas essa obra, de 1896, resultado de cinco anos de investigação nos terreiros de candomblé baianos, apesar de conjunturalmente racista, foi realizada quando nenhum doutor, como Nina, lhes frequentava, ou lhes respeitava como fonte de pesquisa.” (Aninha Franco, coordenadora da coleção A/C\Brasil)

A coleção A/C\Brasil – Auto-Conhecimento Brasil, pretende diminuir as lacunas editoriais nas áreas das ciências humanas e sociais, através de publicações consideradas como obras fundamentais para o conhecimento da formação do povo brasileiro.

Formato: 10×19 cm
Páginas:
148
ISBN: 978-85-8325-006-7
Peso: 150 gr
Ano: 2013
Preço: R$ 20,00

Informação adicional

Peso 0.150 kg
Dimensões 1 × 10 × 19 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O animismo fetichista dos negros baianos”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *